Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2009

Saudações livres… Hoje o post é para aqueles que me perguntam qual a melhor distribuição linux e eu sempre respondo: Todas. O critério de escolha sempre é o nosso cotidiano. Por exemplo, a minha realidade que trabalho nos LIEs – Laboratorios de Informática de Fortaleza são de máquinas não tão novas, com pouca memória. Atualmente utilizamos o Kurumin (que como ja postei no tópico anterior morreu mesmo). Estou testando outras distro (mas isso fica para outro post).  Até que gostaria de testar o Ubuntu 8.10 e/ou Linux Educacional (recomendada pelo MEC) mas minhas máquinas não tem memória suficiente (256 MB) para isso. Então continuo estudando…

Acho mais correto, o professor testar as distros existentes no mercado (existem mais de 500), a maioria com download gratuito na internet e verificar qual melhor se adequa a sua realidade. Assim, surgiu um questionamento no fórum de discussão dos professores: Como salvar um Cd de linux que seja botável ? Ou seja que possa ser replicado noutras máquinas ?

Como diria Jack, o estripador: Vamos por partes!

Entra no site oficial da distro linux de sua preferência e faz o download Exemplo: http://www.kurumin-ng.com.br/

Geralmente, o download das distros são no formato ISO. Voltando ao exemplo do Kurumin (de fato, tenho um caso de amor com esta distro). Isso significa que vai salvar um arquivo chamado kurumin-ng-8.06.iso
Depois de esperar terminar o download (demora cerca de duas horas, dependendo da conexão) e salva em CD assim:

Gravando arquivos .ISO no programa K3B:
* Abra o programa.
* Vá ao menu: ferramentas/Gravar imagem ISO ou Queimar imagem do CD (eh a mesma coisa, depende da versão do seu K3b).
* Localize a ISO que vai gravar, escolha a velocidade (eu coloquei automático, mais alguns recomendam, colocar na velocidade mais baixa, dependendo do computador que for instalar) e mande gravar. Fácil não?

Gravando arquivos .ISO no programa Nero:
* Abra o Nero e clique em File > Burn Image.
* Localize a ISO que vai gravar.
* Clique em “Write” para gravar o CD.

Obs: Não precisa descompactar o arquivo no Windows, senão ele perde o arquivo de inicialização. Outra dica não utilize aceleradores de download, pois pode danificar o arquivo.

Pronto, você ja tem seu próprio cd bootável de linux e ja pode sair instalando por ai. Não importa a distro, importa que seja legal, livre e de preferência nacional. Inté +.

Read Full Post »

Correção do post! Ontem, postei que o Kurumin não tinha morrido, mas parece que Morinoto e Leandro (mantenedores do projeto) de fato assumiram oficialmente a descontinuidade do projeto Kurumin:
http://br-linux.org/2009/kurumin-ng-fez-que-foi-mas-nao-foi-e-acabou-fondo/

Em uma primeira postagem, Carlos Morimoto recomenda o uso do Big Linux para os seus usuários: “A continuidade seria, em teoria, o Kurumin NG, mas, infelizmente, o projeto não vingou. É preciso saber quando é a hora de jogar a toalha. Uma recomendação pessoal para quem está procurando um substituto seria o Big Linux. Entre as distribuições da safra atual, é o que mais se assemelha ao Kurumin 7. ”
http://www.guiadohardware.net/comunidade/v-t/940197/1.html#post4209433

A versão do Big Linux 5.0 está prevista para abril/ março. Já virá com o KDE 4 e disponível em CD e DVD (versão completa com mais programas e manuais). Outra modificação prevista, é que virá com suporte para outros idiomas (inglês e espanhol) além do português. (Vou experimentar…)

Enquanto não chega a versão 5.0 vou continuar com o Kurumin NG (de luto, por uma perda tão estimável). Bom, primeiro antes que os fãs das distros me chicoteiem, não tenho nada contra Ubuntu, Debian e etc. Mais aprendi o Linux no Kurumin (coisa de primeiro amor) e como sou muito fiel a produção nacional, ainda continuo acreditando nesta distro. E de fato, está uma confusão, o site oficial noticiou que o Kurumin NG parou, todavia na comunidade do Orkut muitos afirmam que é boato, que voltará como a lendária fenix, melhor do que seu anterior, que outra pessoa pode dar continuidade, essas coisas. Enfim, acredito que isto é mais uma questão de apoio financeiro e/ou institucional pois fazer um projeto tão grandioso funcionar sozinho é muito dificil. Vamos deixar passar essa tempestade para ver no que dá…

Enquanto isso continuo usando o Kurumin NG (e conhecendo outra distros) que noutro post falarei minhas considerações a esse respeito…

De fato, eu testei a versão 8.06 e explicito meus motivos, porque eu ainda continuo usando o Kurumin NG (ou Kubuntu), porque juntou o melhor do Ubuntu com o KDE. (quem sabe o pessoal do NG esfria a cabeça e volta atras com essa estória de abandonar o velho e bom Kurumin).

Por que continuo usando o Kurumin NG

  1. É livre, gratuito, de fácil Instalação em português BR (vou preparar um tutorial, ensinando a instalação e deixar um CD no CRP – NTE Fortaleza, para quem precisar)
  2. Junção do KDE, do Kalango(outra distro) e do Ubuntu (descobri novos softwares que ainda não conhecia que podem ser usados na educação)
  3. Som (funciona normalmente) no MP3
  4. You tube funciona perfeitamente: som e audio perfeitos (Precisa instalar flash 10 e java 6.0)*** (eh outro capítulo)
  5. Gcompris e Tuxpaint todos atualizados com nova versão funcionando redondinho.
  6. Reconheceu todos os meus drives de video, impressora, placa de som, etc
  7. Reconheceu meu modem (não sei a marca, mas é roteado) portano a internet tá beleza (1 Mega de conexão)
  8. Jogos online funcionando normalmente (Ex: site Iguinho, Ojogos, acesso Banco do Brasil)
  9. Wine atualizado (assim posso instalar programas EXE, ja testei dois e funcionou… )
  10. AMSN funcionando normalmente.
  11. Comunidade super ativa (não demorei muito tempo para resolver meus problemas)
  12. Tutoriais em lingua brasileira (rsrsrsrsr)

Sinceramente só me falta funcionar a rede (SAMBA) que ainda não testei, por puro falta de tempo, mas o SSH funciona. Olha só a tela do meu Kurumin, rodando o MSN, o You Tube, o Firefox 3.0, o Br-Office atualizado com novo corretor ortográfico…

tela do kurumin NG no meu PC
Agora voltando ao normal <chata>

** O problema do som do You Tube: Isso era uma reinvindicação antiga dos LIEs. Essa semana, a Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza, o pessoal da TI (informática) veio na minha escola e conversei a respeito e mais uma vez, o “pseudo” técnico me afirmou que era impossível.

kkkkk. Oh, falta de respeito para com o professor do LIE, eles não se preocupam nem um pouco com nossas necessidades. Faz dois anos que vejo professores reclamando, enfim, eu descobri depois de muito ler a respeito. Bom, infelizmente, no Kurumin 7.0 só funciona o you tube parcialmente, até da para instalar o Java e o Flash (ja está na versão 10), mas ele vem incompleto, vem só com as imagens sem o audio. Lendo a licença do Flash (percebi o porquê), devido ao kenel (tradução: código fonte, como se fosse a receita do bolo), está desatualizado. Então resolvi instalar o kurumin NG. E após alguns comandos básicos o meu You tube está normal, saindo video e o audio numa boa. Até achei mais facil do que no Kurumin antigo (versão 7.0). Portanto, amigos, acredito que o Kurumin NG seja o mais viavel para as escolas, pois até antes, não tinhamos como atualizar programas importantes como o wine, o gcompris, o tuxpaint, enfim existe solução sim. O que falta é tempo para procurar. No Linux tudo tem jeito e para melhor. Se o Kurumin NG morreu, existem outras alternativas. Ja estou estudando o Pandorga (RS) e o conhecendo o Big Linux.

Portanto, ano novo, sistema operacional novo… Não deixem de visitar, comentar (a autora gosta, viu?) e claro pedir uma cyberajuda.. . A maioria das dicas são pedidos de professores que estão aprendendo a usar o linux… bjs Inté +.

*OBS: Para quem não conhece ou nunca ouviu falar,o Kurumin NG é uma distribuição GNU/Linux nacional baseada no (K)Ubuntu e desenvolvida por voluntários. Trata-se da nova geração de uma das distribuições mais consagradas do cenário nacional, o Kurumin Linux, que foi mantida por Carlos E. Morimoto. O projeto nasceu à partir de uma parceria entre Leandro Santos, desenvolvedor do Kalango Linux e Carlos E. Morimoto, desenvolvedor do Kurumin Linux. O intuito foi somar esforços e gerar uma única distribuição que agregasse o melhor dos dois projetos.O sistema é um Live-CD, ou seja, roda inteiramente do CD sem necessidade de instalação, apesar disso pode perfeitamente ser instalado no HD, como qualquer distribuição tradicional.

Maiores informações: http://www.kurumin-ng.com.br/

Read Full Post »

As HQs e o GNU/Linux

Saudações livres

Não é nenhuma novidade que as HQs (Histórias em quadrinhos) é diversão garantida para adultos e crianças. Também não é a toa que as grandes bilheterias do cinema na atualidade, justamente se referem as HQs adaptadas a sétima arte. Basta entrar em qualquer locadora para encontrar a trilogia do Homem Aranha, o retorno do Superman, Huck, Homem de Ferro, Garfield e outras perólas das HQs. Quem nunca leu uma tirinha que atire o primeiro lápis de cor. Enfim, na educação a HQs foram noutras épocas, consideradas subverssivas, incompatível com a “organização escolar”. O tempo passou e as ideias mudaram (Graças a Deus). Hoje as HQs são consideradas um importante instrumento educativo, um portador de texto capaz de auxiliar o professor em sala. Por exemplo, em Portugal, toda a História oficial foi transformada em HQ, o que tornou as aulas de História mais atrativas. Enfim, quem quiser se apronfudar a esse respeito, recomendo visitar o blog da professora e historiadora Natalia Nogueira , a Gibiteca (http://gibitecacom.blogspot.com/). Inclusive seu projeto homônimo foi premiado com o 3º lugar no Prêmio Professores do Brasil, oferecido pelo MEC em 2008. Vale a pena visitar e se encantar.

Mas como criar suas próprias estórias em quadrinhos ? Quem tem internet (de boa qualidade, que por aqui é raro) pode acessar sites específicos para este fim. É só montar as historinhas on line e depois salvar a imagem ou o codigo delas se for publicar em sites e blogs.

Sites que possibilitam isso gratis, apenas fazendo o cadastro:
http://www.toondoo.com/
http://www.bitstrips.com
http://www.stripcreator.com/index.php
http://www.wittycomics.com/

A professora Andrea de Carli em seu blog Informatica e Educação tem alguns tutoriais ensinando a utilizar esses sites. Acesse http://informaticaeeducacaoblog.blogspot.com/2007/06/quadrinhos.html

Uma outra sugestão para quem não tem internet ou prefere usar um software nacional é o Hagaquê. Desenvolvido como parte da dissertação de mestrado de Sílvia Amélia Bim, com auxílio de Eduardo Hideki Tanaka e a orientação da Prof. Dra. Heloísa Vieira da Rocha, no Instituto de Computação da Unicamp. Por enquanto, não existe versão pra GNU/Linux, mas é possível rodá-lo nesse sistema utilizando o Wine. Pra quem não conhece, Wine é um projeto que recria as APIs do Windows no GNU/Linux. Ou seja, ele faz o programa pensar que está rodando dentro do Windows. Não é emulação, por isso é bem rápido. Pra funcionar, você vai ter que instalar o pacote Wine no seu sistema, baixar o HagáQuê e executar o comando

wine hq1.05_install.exe (hq1.05_install.exe é a versão do HagáQuê que eu baixei aqui, se a sua for diferente, mude o nome).

Lembrando que o Wine não é a solução de todos os problemas para a incompatibilidade de softwares livres e proprietários. Pelo contrário, há alguns jogos que perdem parcialmente suas funcionalidades pelo Wine. O ideal seria que os desenvolvedores se preocupassem a com diversidade e criassem jogos educativos em Python ou Java (que tanto linux quanto windows) funcionam numa boa.

Eis a tela principal do Hagaque. Quem quiser maiores informações a respeito dese software visite a pagina oficial. http://www.hagaque.cjb.net/

Se quiser pode criar um atalho na area de trabalho (não recomendado, pois alquém pode apagar o atalho depois). Ou simplesmente editar o Menu de acesso (Menu K). Para criar o cenário, pode-se utilizar o tuxpaint (que salva as figuras em PNG) ou mesmo o Br-Office.org Impress que tanto pode salvar como fotos (jpeg), e depois importar para o Hagaque. Acima, um mini-tutorial que encontrei no You Tube sobre o Hagaque.

Email do desenvolvedor: eduardo.tanaka@ic.unicamp.br

Agora, se quiser de fato, publicar no formato de revista, pode usar o Scribus, software livre de diagramação.Enfim, as Hqs tem um potencial ainda desconhecido em sala de aula, use e abuse deste recurso. Agora, cuidado, reza a lenda que tem um carater viciante, dizem que quem começa fazem HQs nunca para. Quem vai ser o primeiro a se viciar? rsrsrs

All the best!

Read Full Post »

olá amigos… Mais uma dica daquelas simples, mas que ajudam muito no dia-a-dia. Alguns colegas me relatam por email que toda vez que vem no email com anexo, seja no formato doc ou PDF, o firefox não dá opção de abrir, apenas salvar, obrigando o usuario a salvar a sua revelia. Isso acontece porque no mundo livre existem diversos softwares para realizar a mesma atividade, assim, precisamos informar ao computador qual programa deve abrir o formato X se o Chico ou o Zé (meus programas e neurônios são brasileiros). Bom, a questão é bem simples, basta configurar seu firefox, asssim:

Com o firefox aberto clique no menu EDITAR –> PREFERÊNCIAS –> clique na aba CONTEUDO como mostra a tela abaixo, e depois em organizar:

Em seguida, aparecerá uma seleção de arquivos diferentes. No meu caso, eu ja configurei a maioria para abrir usando o Br-office 2.0 (no caso, os arquivos no formato doc (texto), XLS (planilha), PPT (slides), e PDF eu configurei para abrir usando o Acroread (como está marcado em azul)

O correto é como descrito acima, todavia, se por acaso, estiver como o nome SALVAR, basta clicar duas vezes em cima do nome salvar, para alterar, desmarque a opção salvar no computador, clique em procurar e insira o caminho que o firefox deve fazer para encontrar seu programa.

Lembrando que estou usando o Kurumin 7.0, mas na maioria das vezes, o caminho é o mesmo, no ubuntu, no linux educacional e outras distribuições baseadas no Debian. A lógica é a mesma. Os programas ficam instalados no sistema de arquivos (1), portanto, procure a pasta USR e depois BIN (2) e depois o nome do programa, neste exemplo, eu procurei o acroread (3). Observe que os programas estão em ordem alfabetica. Se fosse o Br-Office, iria procurar mais abaixo na letra B, clique em abrir  Observe se a tela ficou assim, e clique em Ok para concluir.

Feche todas as janelas e reinicie o firefox (não a máquina), ou seja, entrar e sair da net que pronto, seus arquivos não serão mais salvos e primeiro abrirão para depois vc salvar onde quiser. Até mais…

Read Full Post »

Olá, saudações livres.

Colegas professores, hoje a dica veio do professor Sergio, do grupo SL Educacional (não deixe de conhecer tem um link do blog de Física e do Grupo SL Educacional nos meus favoritos)  que “zapeando”  na Internet encontrou uma pérola no meio deste oceano virtual. É uma monografia recém-defendida do Professor Ricardo Pinheiro, um jovem matemático que como se autodefine: como “nascido e morador do Rio de Janeiro, MSXzeiro, geek, otaku, Linux-freak, cristão protestante, matemático por formação, professor por opção, botafoguense de coração… ”

Em sua monografia de graduação (foram duros 7 anos) classificou e catalogou cerca de 100 jogos livres para matemática. Ta muito organizado, bem escrito, numa linguagem clara, vale a pena ler. Eu li a primeira parte e amei. Agora não sou formada em matemática, seria interessante, alguém da area, tentar instalar e testar para ver sua aplicabilidade destes softwares no ensino fundamental e médio. (Até porque não sei calcular uma matriz, um vetor, essas coisas, ja me basta ser uma pedagoga nerd).rsrsrsr

Tai o resumo da apresentação do Professor Ricardo Pinheiro. No seu blog pessoal (Estudio da Introspecção) tem a monografia completa no formato PDF. Não deixem de visitar e deixar um comentário.

http://estudiodaintrospeccao.blogspot.com/2009_01_01_archive.html

Read Full Post »

Com a ajuda da colega Vanessa Nogueira, do SL educacional, consegui organizar esta pequena lista. Portanto, vamos nos preparar pois os eventos de 2009 já estão ai!!

O Fisl 10 (Forum Internacional de Software Livre) será de 24 a 27 de Junho de 2009, em Porto Alegre-RS, na PUC-RS. O site oficial ainda não está no ar, mas no Blog do Temário podemos acompanhar os preparativos para o evento.

http://rn.softwarelivre.org/temario/?p=194

O XXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC) será realizado na cidade de Bento Gonçalves no Rio Grande do Sul de 21 a 24 de julho de 2009.

Mais informações no site do evento: http://csbc2009.inf.ufrgs.br

WCCE 2009 acontece de 27 a 31 de julho em Bento Gonçalves/RS e está com as inscrições abertas.

Datas Importantes:

15 de janeiro 2009    Submissão dos artigos
28 Fevereiro 2009      Notificação de aceitação
30 Abril 2009             Submissão da versão final do artigo para publicação.
30 Abril 2009             Submissão do material para apresentação.

http://www.wcce2009.org

Agora, se a grana tá curta, e não deu para viajar, não é desculpa para não participar! Dentre os eventos locais, não esquecam do FLISOL – Festival Latino Americano de Software Livre (Fortaleza) que será no dia 25 de abril de 2009, o local ainda a confirmar. (Está entre CEFET, FIC e CRP)  São palestras gratuitas sobre software livre.

E tem ainda o CESOL 2009 (Fortaleza-UFC), que ano passado foi em agosto e fez o maior sucesso com a trilha de Educação (nosso público foi o maior de todos!). Não deixem de participar…

Read Full Post »

Há algum tempo atrás comentei aqui a esse respeito. O usuário final está pouco preocupado com o Sistema Operacional que tem em seu computador, o importante é que ele funcione, pouco importando se é livre ou pirata. Como trabalho em escola, com público infanto-juvenil percebo como é a febre dos comunicadores eletrônicos, em especial o MSN do Windows.  Um das formas de “catequisar”  os alunos, para o SL  é lógico, configurando algum comunicador eletrônic. No GNU/Linux, fiquei encantada com a variedade de softwares que podem utilizados para se comunicar na Internet (andei vendo mais de 20). Eis alguns que ja testei:

O AMSN: como o nome mesmo diz, é um clone do MSN. Falta alguns recursos, mas funciona normalmente para o básico, conversar, enviar e receber arquivos. Mais ainda não baixei a versão mais nova para testar. (0.98), segundo alguns artigos ja tem suporte a webcam desde a versão 0.95. Todavia, precisa instalar os pacotes TCL e o TK instáveis para rodar redondinho.

O Mercury: tem tudo que a molecada gosta, inclusive suporte a webcam. Mais retirei, pois a versão que tinha era beta e ficava travando demais.

O Pidgim (antigo Gaim) a meu ver o mais legal de todos. Tem versão tanto para linux quanto para windows. Todavia, precisa do pacote tk8.4 para funcionar direito. (Eh o que eu mais gosto :))

O Kopete : outra alternativa facil, leve e simples de instalar e configurar. Foi um dos primeiros lançamentos.

Enfim, existem outros, mas falei apenas dos que eu, humilde pedagoga nerd como diz meu amigo Lobato, conhece.

Todos fazem o que o MSN faz, menos conversar com voz,  (até fazia uma época dessas) porque nosso amigo proprietario mudou o código, ai o negócio andou para trás. Mas sinceramente, para isso ainda prefiro o Skype (que roda no Linux e Windows).

Se mesmo assim, no seu computador não tiver nenhum deles instalado, não se desespere, você pode usar o site do Meebo (www.meebo.com.br) que resolve seu problema.

Read Full Post »

Older Posts »